Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Cartas para Estranhos #10

por Catarina d´Oliveira, em 03.06.15

A décima que ficou por aí, e ficou perto de casa e perto do coração.

 

E a quem a encontrar e a todos os outros, que nunca se percam em expectativas alheias e que deixem que seja o vosso Eu interior e determinar o caminho - mesmo que, e sempre, na companhia de quem vale a pena.

 

carta1.jpg

 

 

"Olá estranho/a,

Quero começar por dizer que, ainda que muito provavelmente não te conheça, és uma pessoa fantástica e genuinamente boa. És tão talentoso/a que devias estar orgulhoso/a disso! Mas não é só isso que quero que saibas... há mais.

Tu ainda ÉS mais. Um suspiro inapagável, e que não se parece com nenhum outro - isto é a tua identidade. Não são as tuas notas ou as tuas teses. Ou os teus amigos e os teus romances. Ou o teu trabalho e o teu dinheiro (ou falta deles). É aquilo que está dentro de ti e que determina tudo o que fazes que vale a pena. E às vezes a sociedade, ou a família, ou alguém que conheces e amas vai tentar 'afogar' esse suspiro ao dizer: 'Faz isto! Não faças aquilo! Acredita nisto! Tu és isto! E nada mais importa'

IGNORA-OS

Ouve aquela pequena voz dentro de ti, que te vai guiar para o que é melhor para ti no momento. É beleza e bondade puras. É o que dá valor às tuas ações, personalidade e crenças, e não o contrário.

Tu vales ouro, caro/a amigo/a.



De uma estranha como tu."

 

 

carta2.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

subscrever feeds