Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Cartas para Estranhos #17

por Catarina d´Oliveira, em 05.11.15

Não é sempre fácil, sorrir. Há dias em que pode ser a coisa mais difícil, e há dias em que pode ser e é uma espécie de tarefa. Mas sorrir não é só uma contração de músculos. Sorrir é uma filosofia. Assim como viver.

 

 

 

"Querido/a Estranho/a,

Há tantas pessoas no mundo que acordam com um olhar carregado e a alma afogada... e talvez isso aconteça porque se esqueceram de como se sorri, e talvez tu sejas uma dessas pessoas.

Vês o mundo por tudo o que ele é, e por tudo o que não é. O que deves fazer é escolher ver o mundo da forma que desejas que ele seja para que cada dia represente uma nova aventura.

Tenta passar a acordar com um sorriso, mantém um espírito positivo, torna os teus sonhos realidade. Faz aquilo que te faz feliz e pratica uma boa ação - deixa uma notinha positiva ou ajuda alguém a atravessar a estrada; é fácil fazer algo pequeno que tenha um grande significado.

Acima de tudo, nunca te esqueças de quem és, e não tentes ser outra pessoa. Não estás sozinho/a. Há tantas pessoas que mudam e se esforçam tanto para serem o que os outros querem... ÚNICO/A - é o que tu és. Por isso tenho um objetivo para ti e para hoje: faz um amigo novo e mostra-lhe o que realmente és - prometo que vais surpreender-te.

 

 

De uma estranha que se preocupa contigo"

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cartas para Estranhos #16

por Catarina d´Oliveira, em 29.10.15

Há dias em que tudo parece impossível, indefinido, longínquo e, no fundo, triste. A única salvação possível é sempre a mesma: agarrar um sorriso - qualquer um - e deixar que ele nos leve para o dia de amanhã que será, certamente, muito melhor...

 

IMG_8857.JPG

 

 

"Hello Stranger,

Espero encontrar-te bem e disposto/a a um pequeno desafio, porque tenho um para ti; estás pronto/a?

Hoje desafio-te a sorrir. Não importa a razão. Sorri apenas. Podes sorrir perante algo aparentemente insignificante, como o som de uma lata de Coca-Cola a abrir, ou pode ser algo com maior significado como a gargalhada de alguém que amas.

Seja qual for a razão que arranjes, um sorriso vai melhorar o teu dia; tens a minha promessa.

Se, por algum motivo, não conseguires lembrar-te ou arranjar uma razão para sorrir, vou dar-te uma MUITO BOA:


ESTÁS AQUI E ESTÁS VIVO/A!


E estás aqui por alguma razão, por isso sorri. Segue o teu caminho e avança com um sorriso mais rasgado que o gato de Cheshire. Tem um dia fantástico!


De outra estranha como tu."

 

 

cat.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cartas para Estranhos #15

por Catarina d´Oliveira, em 22.09.15

É uma estranha luta, a de levarmos esta vida que, no fundo começa e termina da mesma forma: com a solidão. Faz parte da nossa missão procurar a nossa felicidade todos os dias, mas também fazer com que esses sejam os únicos momentos em que estamos sozinhos.

 

carta.jpg

 

"Querido/a estranho/a,

Independentemente de como te está a correr este dia ou esta semana, sei que vão haver momentos na tua vida em que vais sentir-te sozinho/a. Todos os temos, com manifestações mais ou menos dramáticas, mas ainda assim, a verdade é que estamos nisto juntos. Quer queiramos que não, estamos todos ligados, e todos passamos por emoções semelhantes, apenas em contextos diferentes... então estamos todos a tentar navegar por este mundo, e esta vida, enquanto tentamos sobreviver ao quotidiano e procurar a felicidade. E para isso precisamos uns dos outros.

Lembra-te disto, porque há um poder e conforto inexplicáveis ao recordarmos isto.

Deixa que os outros estejam lá para ti. Pede ajuda. Entrega-te. E depois, deixa que façam o mesmo. É no momento em que deixamos de olhar para o chão e nos damos conta do que existe à nossa volta que temos uma verdadeira hipótese de sermos felizes.

 

Um abraço enorme de uma amiga que (ainda) não conheceste"

 

 

amiga.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cartas para Estranhos #14

por Catarina d´Oliveira, em 03.09.15

Não há nada que possamos fazer de bom que necessite ser justificado.

 

especial2.jpg

 

"Querido/a Estranho/a,

Provavelmente nunca nos conhecemos, mas achei que podia deixar-te isto de qualquer forma.

Não sei se alguém já to disse hoje ou nos últimos tempos, mas tu és uma pessoa fantástica e extremamente bonita. Não deixes que te mudem de acordo com o que acham certo ou convencional. Sê destemidamente autêntico/a.

O dia pode estar gelado e não aparentar ter fim, mas mantém a cabeça levantada e sorri. Os dias mais claros e quentes vêm a caminho.

Há coisas grandes à tua espera. Avança sabendo SEMPRE que és ESPECIAL.



De uma pessoa como tu"

 

 

especial.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cartas para Estranhos #13

por Catarina d´Oliveira, em 06.08.15

É como costuma dizer-se, "o que plantas hoje, crescerá amanhã". E isso serve para tudo. Para o melhor e para o pior.

 

Ao comum mortal - estes tipos que cá andam, nós! - só resta dar o melhor de si. Sempre, e sem exceção. E dar o melhor não é dar sempre o mesmo. É dar o máximo em cada contexto e ambiente diferente.

 

Não entro em fantasias - dar o melhor de nós não significa o sucesso garantido. Muitas vezes só significa falhar. Mas falhar é aprender, e crescer, e descobrir mais uma forma que não funciona. Falhar é estar um passo mais perto de acertar.

 

estranho1.jpg

 

"Olá estranho/a,

É demasiado fácil julgarmo-nos com dureza e aspreza, mas a verdade é que todos estamos a dar o nosso melhor em cada momento que passa.

Se pensares bem, não há certamente muita gente a levantar-se de manhã e a planear errar, ou a não tentar fazer o melhor que pode. Se conseguíssemos faze melhor numa determinada altura, provavelmente, tê-lo-íamos feito.

Tu és bom/boa o suficiente. E lembra-te que os outros também estão a dar o seu melhor. Portanto, tenta, pelo menos, dar-lhes o benefício da dúvida.

És verdadeiramente um espanto, sabias?



Porta-te com juízo"

 

estranho2.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cartas para Estranhos #12

por Catarina d´Oliveira, em 30.06.15

Nem há outra maneira de colocar isto: às vezes há dias mesmo merdosos. Mas cabe-nos a nós virá-los do avesso e a nosso favor.

 

IMG_0911.JPG

 

 

"Hello stranger,

Posso dizer com grande certeza - a menos que intervenha uma coincidência colossal - que não nos conhecemos, e talvez nunca venhamos a conhecer. Mas não faz mal porque, de qualquer forma, estou a pensar em ti. E estou a pensar em ti porque talvez sejas como eu e estejas a ter um dia de porcaria, ou a sentir-te sozinho/a, com o cabelo a parecer um autêntico ninho e cucos porque nem tiveste tempo para um duche hoje. Quero dizer-te que NÃO estás sozinho/a. No entanto, tenho mais para te dizer...

Tu, sim, tu... és espetacular. Mesmo que hoje te sintas um nojo ou um poço depressivo, quem é que se importa com isso? Eu acho que estás ótimo/a, portanto trata de começar a sentir-te confiante e bonito/a, porque tens TODO O DIREITO A ISSO!

Não deixes que um dia ranhoso te impeça de aproveitares o teu tempo e de TE amares, ok? És muito mais forte do que a batalha que estás a enfrentar, e podes ultrapassar todos os obstáculos se acreditares em ti.

Pensa em todas as tuas qualidades irresistíveis, em todas as tuas ideias brilhantes e os teus talentos únicos que te tornam na pessoa que és, e não tenhas medo de os amar.

Agora respira fundo.

Daqui para a frente, promete-me que vais passar o resto da tua vida a ser uma pessoa fantástica - afinal, nem tens de tentar assim tanto!


De uma amiga que ainda não conheceste"

 

 

FullSizeRender.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cartas para Estranhos #11

por Catarina d´Oliveira, em 18.06.15

Porque tal como não podemos desculpar-nos com os outros ou com as vicissitudes da vida, também não podemos sabotar-nos eternamente. Acima de tudo, procurar ser melhor contigo para que possas ser melhor com os outros.

 

carta.jpg

 

 

"Olá estranho/a,

Às vezes as coisas correm mal, mesmo muito mal, e temos a tendência de nos culpar por isso. É verdade que, por vezes, pode ser parcialmente culpa nossa, mas há SEMPRE um contexto para as coisas que fazemos e as que não fazemos.

Podem estar a acontecer-nos coisas na mesma altura. Pode ser que a sociedade ou o estado das coisas não estejam a nosso favor. Podemos estar até a lidar com problemas pessoas que, aparentemente, nada têm a ver com o assunto, mas que acabam por nos limitar ou influenciar.

Com isto não quero que penses que tens de te desculpabilizar de tudo, mas também não tens de te massacrar ou auto sabotar.

Fazes parte de um mundo imenso, e os erros e as más decisões fazem parte daquilo que nos torna Humanos.

Levanta-te e sê bom e gentil contigo mesmo/a.



De alguém que gosta de ti mesmo sem te conhecer"

 

 

FullSizeRender2.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cartas para Estranhos #10

por Catarina d´Oliveira, em 03.06.15

A décima que ficou por aí, e ficou perto de casa e perto do coração.

 

E a quem a encontrar e a todos os outros, que nunca se percam em expectativas alheias e que deixem que seja o vosso Eu interior e determinar o caminho - mesmo que, e sempre, na companhia de quem vale a pena.

 

carta1.jpg

 

 

"Olá estranho/a,

Quero começar por dizer que, ainda que muito provavelmente não te conheça, és uma pessoa fantástica e genuinamente boa. És tão talentoso/a que devias estar orgulhoso/a disso! Mas não é só isso que quero que saibas... há mais.

Tu ainda ÉS mais. Um suspiro inapagável, e que não se parece com nenhum outro - isto é a tua identidade. Não são as tuas notas ou as tuas teses. Ou os teus amigos e os teus romances. Ou o teu trabalho e o teu dinheiro (ou falta deles). É aquilo que está dentro de ti e que determina tudo o que fazes que vale a pena. E às vezes a sociedade, ou a família, ou alguém que conheces e amas vai tentar 'afogar' esse suspiro ao dizer: 'Faz isto! Não faças aquilo! Acredita nisto! Tu és isto! E nada mais importa'

IGNORA-OS

Ouve aquela pequena voz dentro de ti, que te vai guiar para o que é melhor para ti no momento. É beleza e bondade puras. É o que dá valor às tuas ações, personalidade e crenças, e não o contrário.

Tu vales ouro, caro/a amigo/a.



De uma estranha como tu."

 

 

carta2.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cartas para Estranhos #9

por Catarina d´Oliveira, em 13.05.15

Se a vida é macaca, então os obstáculos que nos coloca no caminho são, por vezes e certamente, gorilas mutantes. Resta-nos fazer todos os dias o melhor que podemos para, além de sobreviver, continuar a VIVER. E é bom que nos lembremos, ocasionalmente, que somos todos enormes guerreiros.

 

IMG_3620.JPG

 

 

"Querido/a estranho/a,

Não quero que passe nem mais um minuto sem que te congratulem por teres ultrapassado todas as experiências que a vida pôs no teu caminho. Por tudo aquilo a que sobreviveste. Por toda a dor que suportaste, pela solidão que aguentaste por vezes. Estás a portar-te estupendamente bem!

Até este momento manténs o record de 100% de sobrevivência!

E com isto lembra-te sempre: não importa quão más as coisas estão - continua a ser corajoso/a e valente. Deixa que as pessoas te ajudem, e ajuda-as tu também. São os laços que nos unem que, no final de contas, nos salvam.

Tem uma ótima vida!


De uma estranha como tu"

 

IMG_3619.JPG

 

IMG_3621.JPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cartas para Estranhos #8

por Catarina d´Oliveira, em 08.05.15

Fui a um sítio diferente. Deixei-me perder nos verdes de Sintra, mas levei-as comigo.

Porque é sempre boa hora de distribuir sorrisos.

 

carta_maio.jpg

 

 

Olá estranho/a,

Não é ótimo quando alguém nos diz que nos preza e valoriza? Espero sinceramente que tenhas pessoas na tua vida que o façam.

A tua vida tem um valor inestimável e trazes tanto amor ao mundo que não pode ser medido, apenas sentido e retribuido.

Acredito que a bondade que espalhamos pelo mundo faz ricochete e alcança o mais longínquo dos perímetros, muito além da pessoa/coisa para a qual apontámos originalmente.

É muito possível que o bem que fizeste tenha chegado até mim, mesmo que através de outras pessoas, e por isso estou-te eternamente grata.

Obrigada por fazeres a diferença no mundo e nos ajudares a todos a sorrir um pouco mais.


De uma amiga que ainda não conheceste

 

 

carta_maio2.jpg

carta_maio3.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D