Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Uma Noite Diferente

por Catarina d´Oliveira, em 02.05.14

Não acredito que a juventude esteja perdida - antes pelo contrário - mas lá que às vezes tem pouca imaginação, isso tem.

 

Entre reuniões para copos, para jantares de anos, praias ou para saídas à noite, o tempo que sobra para aparecerem outras ideias é, bom, inexistente. Mas às vezes vale a pena pensar nele, e em alternativas, e fazer coisas diferentes.

 

Ontem convidei um grupo de amigos meus para "uma noite diferente". Como é meu hábito, organizei tudo pessimamente, mas ficou o desejo de repetir - com mais cuidado e planeamento. Mas pondo de parte a natureza pouco preceituada do evento, todos partimos para a noite de ontem com um espírito diferente de todas as outras, e quero acreditar que nos fomos deitar da mesma forma.

 

 

Com mantas às costas, uns sacos de bolachas e um punhado de euros que usamos para nos abastecer de hamburgueres, fomos passear por Lisboa e distribuir o que tínhamos por alguém que realmente precisasse. "Não resolve nenhum dos problemas deles!" dirá muita gente. E evidentemente que não lhes tiro a razão. Mas às vezes estamos tão ocupados a pensar em coisas tão maiores que nós que não paramos para refletir no quão fácil é fazer alguém sorrir ou sentir-se importante e acarinhado.

 

Entre outras pessoas que encontramos e que não conseguimos decorar os nomes, conhecemos o Tony que de cabelo grisalho e camisola gasta do Benfica passava bem por Jorge Jesus, e além da vitória do seu clube ontem ainda levou para "casa" um gesto de amizade de um grupo de putos que se juntou à noite. Também encontramos o Jorge, que com enorme gratidão nos disse "isto foi a coisa mais simpática que fizeram por mim hoje... obrigado". E, claro, não podemos esquecer o Mateus, escritor e poeta, que além de partilhar connosco alguns dos seus escritos e canções favoritas, ainda teve tempo para nos contar sobre a vida honesta que tenta levar na rua, da mulher e a filha que ama, e o vício que ameaçou deitar tudo por terra e finalmente na esperança - em tudo e todos - que é, como nos disse com cara de quem sabe do que fala e do que sofreu, "a última a morrer".

 

Para nós que lá estivemos, também é. Foi, aliás, a esperança que nos juntou ontem e, espero eu, muitas outras vezes. A esperança de coisas melhores para todos, de pequenos gestos que podem mudar a perspetiva de um dia ou uma semana inteira. A esperança de que se formos todos um bocadinho mais simpáticos uns para os outros isto torna-se num lugar muito melhor.

 

Pode não ser sempre assim, ou da forma que melhor o recordamos, mas às vezes é com pequenos gestos que se começa a mudar o mundo.

 

[Na imagem, uma parte do nosso grupo, e o grande Mateus]

 

Aos que se aventuraram comigo ontem - David, Raquel, Jessica, Rita, Margarida, Ana, Tiago, Gonçalo, João - o maior obrigada do mundo não chega.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Miss_Moi a 05.05.2014 às 00:27

Bem hajam :-)
Imagem de perfil

De blackened a 05.05.2014 às 01:09

Woooow! Gostei imenso de ler e de ter conhecimento da iniciativa :) Certamente, inspirador.
Parabéns pela ideia, espero que continue e que dê largas à imaginação de mais pessoas!
Por acaso, fiquei mesmo com o bichinho... Hei-de falar com os meus colegas sobre fazer algo semelhante :p

Beijinhos
Imagem de perfil

De Catarina d´Oliveira a 08.05.2014 às 19:19

blackened,

fico muito contente de te ter inspirado à possibilidade de também pores em prática esta ideia! A nossa noite foi ótima, e já contamos repetir. É mesmo um sentimento único sentir que, pelo menos, tens a capacidade de fazer alguém sorrir e sentir-se um pouco mais amado!

Combina uma noite dessas e depois conta-nos como foi! Até terei todo o gosto em partilhar aqui no blog também :D
Sem imagem de perfil

De ACC a 05.05.2014 às 09:50

Belíssima ideia. Simples, barato e engrandecedor.
Afinal há todo um riquíssimo mundo a explorar e a dignificar mesmo ao nosso lado.
Imagem de perfil

De Catarina d´Oliveira a 08.05.2014 às 19:20

É mesmo verdade. Às vezes é importante aceitar que não podemos mudar o mundo de um dia para o outro... mas com passos pequeninos e seguros, acredito que algumas coisas podem mesmo ser alcançadas!
Sem imagem de perfil

De Sofia Marques a 09.05.2014 às 09:38

:-D Mas que grande noite vocês tiveram!!! Com quase nada, ganha-se tanto :-) Fizeste da noite dessas pessoas, a melhor noite de sempre. É bom quando se ajuda e se é recompensado com um sorriso e uma história!!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D